segunda-feira, 1 de maio de 2017

Antrovista: Marcio Takenaka

Nosso amigantro é formado em administração pela UFRRJ, foi diretor numa indústria metalúrgica onde atuou por mais de 20 anos.
Influenciado por Bram Stoker, Mary Shelley e outros autores contemporâneos da literatura nacional e estrangeira, começou a escrever sobre temas sobrenaturais. É autor do romance de ficção e fantasia:  Demônios da noite, do conto publicado numa antologia da Quinta Barnasiana Minha sogra é uma bruxa e um conto quadrinizado: Não chore papai, publicado pela revista de HQ Contos Sinistros. QH
Com vocês, Marcio Takenaka.


Antro Literário- Marcio, como foi sua juventude? Os livros fizeram parte na sua rotina?
Marcio Takenaka- Considero que tive uma juventude sadia e normal, estudos, amigos e esportes.
Os livros não fizeram parte da minha rotina, na época os quadrinhos, principalmenteda Marvel, da DC e da Turma da Mônica, ocupavam este espaço (a Turma da Mônica ocupa inclusive hoje). Até porque a literatura obrigatória na escola era chata ou eu ainda não tinha maturidade para ela, havia o fato de ser forçado a ler o que era imposto por notas e não por gosto, o que não contribuiu para criar um hábito literário.

Antro Literário- Qual o livro que mais impactou na sua vida naquela época?
Marcio Takenaka- O primeiro livro que li sem ser da escola foi: O Iluminado, de Stephen King. E acho agora que foi muita sorte ter começado por ele, pois me apaixonei. Naquela época fiquei imaginando, como um livro conseguia despertar tantas sensações. A leitura de suspense era tão tensa que por vezes eu interrompia o que estava lendo e pegava um gibi do Chico Bento para relaxar antes de retornar ao livro.

Antro Literário- Que tipo de conteúdo precisa ter em um livro para prender a sua atenção?
Marcio Takenaka- Para mim, para o meu gosto literário, precisa ter: suspense, ação, terror e aventura, não necessariamente tudo junto. Também gosto muito de ficção científica.

Antro Literário- Como é a sua rotina de marketing e divulgação literária?
Marcio Takenaka- Na época do lançamento, a editora fez sua parte de marketing junto às livrarias,nos seus sites e no dela própria. Passeando com a família no Barra Shopping antes do lançamento inaugural que foi na Livraria da Travessa de lá, encontrei meu livro na Livraria Saraiva numa ilha em destaque, isso foi em 2013, hoje, isto é, da última vezque estive na LT ele estava entre as obras de Stephen King e Bram Stoker. Considero isso uma grande divulgação.
Atualmente, mantenho uma página no Facebook, vou a eventos literários, Geeks ou de Animes, e, principalmente as Bienais do Livro, onde a realidade excede as expectativas.

Antro Literário- Qual livro que você leu que acha que daria um bom filme?
Marcio Takenaka- Vários que eu li já viraram filmes ou séries como As Crônicas de Gelo e Fogo de George R. R. Martin, Shogun de James Clavell, vários de Agatha Christie ou os vampiros das Crônicas Vampirescas de Anne Rice. Entretanto, Há Os Sete e Sétimo de André Vianco que eu acho que dariam bons filmes.
Meus leitores dizem que Demônios da noite também daria um bom filme, eu, correndo o risco de faltar com a modéstia, concordo.

Antro Literário- E qual filme acha que seria melhor contado em um livro?
Marcio Takenaka- Isso também já ocorreu, no filme Advogado do Diabo, gostei mais do filme do que do livro, não o livro homônimo de Morris West que trata de uma canonização; também nos filmes com o personagem de Rick Riordan, Percy Jackson, os livros foram melhores.
Agora, o filme que eu acho muito bom, mas que daria um livro ainda melhor, pelas possibilidades de comentários e pensamentos que não podem ser exibidos em filmes seria Mad Max, o primeiro com Mel Gibson.

Antro Literário- Se a sua vida fosse um romance de ficção, qual seria o título?
Marcio Takenaka- Talvez fosse: ‘Entre dois mundos’, fazendo alusão ao fato de eu ser resultado da mistura de raças, meu pai descendente de japoneses e minha mãe descendente de alemães, tenho inato um pouco da cultura ocidental e oriental, e também por passar grande parte do tempo em aventuras imaginárias a fim de torna-las literatura.

Antro Literário- Qual escritor você gostaria de ter como vizinho?
Marcio Takenaka- Seria interessante ter vizinhos escritores que pudessem se reunir de vez em quando como fizeram os Shelley com Lord Byron e numa brincadeira criativa a Jovem Mary Shelley deu origem a Frankenstein, há vários escritores que eu gostaria de ter por perto. Quem sabe morar num condomínio de escritores? Não citarei nenhum específico.

Antro Literário- Qual a sua experiência literária mais marcante?
Marcio Takenaka- Como autor, foi na primeira Bienal que participei em 2013 no Rio de Janeiro. Eu estava no estande da Novo Século vestindo uma camisa com a capa do livro estampada quando de repente ouvi um grito vindo do corredor: “ É ele! ”. Vi que o senhor que gritara estava com um grupo de pessoas e apontava para mim.
Fiquei assustado. Olhei ao redor e só havia eu na direção que ele apontava, ele veioquase correndo com o grupo que depois descobri ser a sua família. Ele comprou o livro em Rio das Ostras onde reside e gostou tanto que disse ter ido à Bienal especialmente para me conhecer, ele esqueceu de trazer o livro e fez questão de comprar outro para levar autografado. O susto inicial se transformou numa imensa alegria cuja lembrança perdura até os dias de hoje. Esta foi a mais marcante.
Teve também pessoas que me conheceram lá compraram o livro e fizeram resenhas maravilhosas.

Antro Literário- Você já teve algum pesadelo ao escrever seus textos de temática sobrenatural?
Marcio Takenaka- Não, mas já tive pesadelos que acordei afobado procurando por papel e caneta para escrevê-los antes de esquecer e que deram uns bons contos.

Antro Literário-  Qual projeto literário está em andamento que queira nos contar?
Marcio Takenaka- Mandei um livro para algumas editoras intitulado: O Missionário, responderam que gostaram da sinopse, mas trabalham por demanda, assim, procuro outras editoras.
Meus leitores betas gostaram muito e dizem ser até melhor que o já lançado Demônios da noite, estou com uma coletânea de contos ainda para lançar, um conto publicado na Antologia da Quinta Barnasiana com mais trinta e nove autores, um conto transformado em quadrinhos e publicado na revista Contos Sinistros Terror e Ficção nº. 2.
Atualmente estou escrevendo uma nova aventura com os personagens de Demônios da noite que pode ser vista como uma continuação ou livro independente, já que é uma outra aventura.


Antro Literário- Que sonho LITERÁRIO realizaria se ganhasse na loteria?
Marcio Takenaka-  Eu montaria uma editora e gráfica com profissionais para apoiar o autor nacional e selecionar obras que valham o risco da aposta. Tenho lido obras de autores nacionais que nada deixam a desejar com relação as obras estrangeiras, inclusive algumas até melhores.

Antro Literário- Quais os meios de contato (e-mails, sites, blogs, redes sociais, etc) para os leitores conhecerem você, suas obras e projetos?
Marcio Takenaka- Os principais são meu e-mail: marciotknk@globo.com e a página do Facebook:f/demoniosdanoite.

Por Leo Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário